terça-feira, 25 de dezembro de 2012

E agora? Wagner ou Mendelssohn?


Qual é a primeira coisa que nos vem à cabeça quando pensamos em casamento? Fora a noiva, linda e maravilhosa em seu vestido branco, pensamos na Marcha Nupcial.

Ok, ainda não tenho uma orquestra (ou grupo musical) para o meu casamento, mas já comecei a montar o repertório para o dia mais importante da minha vida. Diante disso, eis que me deparo com uma novidade: Existem duas marchas nupciais diferentes! #noivadesinformada

As duas as músicas foram compostas por dois alemães, que por incrível que possa parecer, viveram na mesma época, Wilhelm Richard Wagner (1813-1883) e Felix Mendelssohn (1809-1847).

Wagner, escreveu a sua marcha, chamada Coro Nupcial, como parte do terceiro ato da ópera Lohengrin. Ao contrário do que fazemos hoje, a marcha de Wagner foi escrita para ser tocada após o casamento dos personagens principais, Lohengrin e Elsa. Há muita polemica com o nome de Wagner, alguns padres, pastores e rabinos europeus não permitem que toquem essa música durante a celebração do casamento, pois o autor era conhecido como anti-semita e pagão. Não tenho conhecimento de que algo parecido tenha acontecido aqui no Brasil, ou em Brasília.



Mendelssohn, compôs a sua marcha nupcial, como parte da música incidental que fez para uma peça de teatro, pouco anos antes de sua morte. Essa composição faz parte da suíte Sonho de uma Noite de Verão, escrita para a peça de Shakespeare de mesmo nome.

A Marcha Nupcial de Mendelssohn é sem dúvidas a mais executada nos casamentos:


Em termos históricos, a marcha nupcial surgiu na tradição ocidental depois que em 1858, a princesa Victoria, filha da rainha inglesa com o mesmo nome, casou com o príncipe Frederico Guilherme da Prússia, a marcha de Mendelssohn foi executada no início da cerimonia e a marcha de "Lohengrin", de Wagner, no final. Os príncipes de Inglaterra foram ao primeiros e copiar a ideia, mas a escolha se tornou cada vez mais comum entre o povo. Atualmente a maior parte dos noivos segue a tradição.

Mesmo com a história por trás das duas músicas, eu estou muito confusa com a minha escolha. Qual será a minha escolhida? Qual vocês preferem?

5 comentários:

  1. Eu adorei esse post!
    Eu só fui a um casamento que a marcha era de Wagner, e achei lindo apesar de preferir a de Mendelssohn =D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eita, também sou desinformada kkk
    Como ainda falta um tempão pro big day ainda não pensei nisso .-. ~~
    beijoooooossss
    Ju

    http://simaceito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Hmmm..legal hein!!

    Escolha aquela que mais te emociona ao ouvi-la. A que te arrepia por ex.

    Vai ser lindo!

    bjs :*

    ResponderExcluir
  4. Não ia opinar pq não gosto de nenhuma das duas, mas quando ouvi a de Mendelssohn dei uma arrepiada.

    ResponderExcluir
  5. Amiga a primeira é linda, mas precisa de uma otima orquestra e com muitas vozes... A segunda não tem erro... Quase chorei em ouvir a marcha novamente... Como marca as nossas vidas... =D

    ResponderExcluir

Já falei por aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...